domingo, 30 de janeiro de 2011

Por onde quer que eu vá

Não importa onde seja, onde eu esteja, há sempre alguém querido a olhar por mim. Não uma única pessoa, sempre mais que uma, sorte multiplicada. Volta tudo, eu explico melhor. Estes dias me peguei pensando: por todos os lugares em que já passei e já morei na vida, nesta curta, até agora, porém movimentada vida, em todos os cantos do mundo, literalmente, havia sempre gente querida pronta para me ajudar, me acolher, me fazer companhia. Não sou das pessoas mais difíceis para se fazer amizade, mais que isso sempre prefiro a boa vizinhança, a união de todos por uma causa única, a paz entre os seres. Mas é inegável, há quem você goste, há quem não goste tanto assim e há aquelas pessoas especiais com quem a empatia é imediata, com quem a amizade se fortalece, quem entra na sua vida para nunca mais sair, mesmo que seja da lembrança e do coração.

Então me peguei pensando em gente assim, que em todos os lugares onde eu estava algumas delas estavam também. Amigos, amigas, casais de amigos. Os que me adotaram e me levaram pra todos os lados, os que me cederam lugar para dormir, os que me trataram como filha, os que me ligavam para saber como foi meu dia e como ia a vida, os que me fizeram sorrir numa manhã em que acordei cansada, os que me fizeram chorar de rir na mesa do almoço ou na mesa do bar, os que compartilharam cafés, os que me ampararam doente, me apararam com saudades, os que me deram lições de vida, os que me fizeram uma profissional melhor, os pacientes em me ouvir ou em falar comigo. Os nomes? Felizmente precisaria de mais espaço para listá-los. E também, creio que nem preciso dizê-los, quem ler o texto, se for da lista, saberá, certamente, que a carapuça lhe serve.

Tantos lugares, tantas coisas e alguém que se fez importante estava lá. Anjos? Talvez essa seja uma imagem figurada que cabe bem ao contexto. Escrevi no passado, mas cabe ao presente, eles estão sempre presentes. Daí surgiu a reflexão de que, em cada lugar há pessoas certas no momento em que eu chego. É muita sorte da minha parte! Essa gente toda torna a vida tão mais fácil quando penso que vou encontrar dificuldade, faz o mundo tão mais acolhedor quando penso que vou enfrentar a solidão, me faz sentir bem e em casa não importa onde for. Tenho gratidão por cada um, levo comigo todos estes anjos seja na lembrança de um gesto, de um conselho, de um ensinamento, de um sorriso, dos momentos vividos. E o melhor, sempre há mais um anjo amigo para se juntar aos outros e, principalmente, a mim.

5 comentários:

  1. Olá querida,

    É tanto tempo passado que é, certamente, impossível nessa mensagem expressar as verdadeiras palavras que transpareçam toda saudade e felicidade de te ver feliz.

    Um grande beijo - e tudo de bom para nós!

    ResponderExcluir
  2. querida gláucia vou estar sempre te incentivando e apoiando em todos os passos de sua vida...sucesso e felicidade que eu possa ser sempre um dos "anjos de guarda" na sua vida.... bjs da mama cris

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindíssimo! Muito inspirada, hein? Mais do que uma super amiga, vc é família, é mãe! Sempre! Beijos e saudades!!

    ResponderExcluir
  4. Você é um amor de pessoa e isso atrai gente boa que gosta também de tá do teu lado! :D
    Adorava nossos happys em Portugal pra falar mal de tudo e todos a base de tremoços e Super Bock kkkkkkkkkkk Poucos momentos mas inesquecíveis!!
    beijos e que anjos bons estejam sempre te seguindo!

    ResponderExcluir
  5. Que lindo. Você é um amor, querida. Parabéns, paz e sucesso!!!

    Juliano Matos

    ResponderExcluir