quarta-feira, 26 de maio de 2010

Eu em campo


O jogo era amistoso, ou amigável na linguagem local. Portugal x Cabo verde, Covilhã, partida de preparação para a Copa do Mundo da África do Sul. Desta vez não fui na torcida, fui onde devo estar, fazendo o que amo, o que realmente sinto que nasci para fazer. Já teve esta sensação? Pois é, é assim que me sinto, e me senti nessa partida, na área de imprensa, devidamente credenciada. A cidade é também o local de concentração da seleção das Quinas até o embarque para a Copa. É ali que os atletas treinam e fazem os jogos preparativos. Com pouco mais de 34 mil habitantes (população somada às das freguesias vizinhas que formam seu perímetro urbano) a cidade está em festa, bandeiras, faixas de incentivo pelas ruas, câmara municipal decorada, um mascote (foto) especial na cidade para a equipe portuguesa.

A partida em si foi ruim, um 0 a 0 com direito a vaias portuguesas no final. Mas, para mim, repórter, valeu por colher informações e desenvolver uma pauta parada há meses pela complicada e burocrática imprensa de Portugal. Mais que isso, por vencer algumas inseguranças em relação ao meu jornalismo prático um pouco parado pela viagem e pela pós-graduação. Não, ele vive, não se desaprende, não se perde o feeling, não se deixa de saber fazer o que sempre se soube. Mais que isso ainda, foi válido pela experiência fora do meu país, com futebol internacional, como tudo é feito, como se trabalha, como se organiza. Valeu por ser simplesmente minhas grandes paixões, futebol e jornalismo.

ps: O texto pode parecer de caráter muito simplista, ou até mesmo sem razão de ser, já que estava exercendo minha profissão... mas sou jovem, ainda atrás do meu lugarzinho ao sol e a humildade de reconhecer e sentir isso tudo, para mim, é muito justo e fiel.

3 comentários:

  1. Aooo Glaucia!!!

    Esquentando os motores pra fazer a cobertura da abertura da copa em 2014 no Morumba!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Glaucinha!! Com certeza esse é o seu lugar! Vc nasceu pra isso mesmo...
    Tô com o cara aí em cima, é vc na Copa de 2014!
    Torço por vc sempre e sempre!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Glauuuuuuuu lindona....

    Que orgulho saber que conseguiu! Que orgulho saber que tem vencido barreiras que antigamente, achávamos intransponíveis! É fato que brasileira, mulher, curíntia, não desiste nunca!!! Né? Uma pequena primeira conquista, para os próximos grandes passos. Tenho a certeza do seu futuro das gramas verdes, e tenho a certeza da sua capacidade de coragem que é.

    Beijos,

    Campanha 2º semestre: VOLTA LOGO!!!!

    ResponderExcluir