quinta-feira, 4 de março de 2010

Pur-tu-gal! Pur-tu-gal!


É assim que grita a torcida, com este sotaque. Já não vou embora daqui sem ter visto a seleção portuguesa em campo. O jogo foi amistoso, "um amigável", na linguagem local, não foi um grande espetáculo de bola, mas valeu por tudo. A patida foi a última da seleção lusitana antes da Copa do Mundo. Portugal x China, no estádio da Acadêmica de Coimbra, a "Briosa" portuguesa. De Porto à Coimbra uma hora de trem ou de ônibus. Portanto, uma chance, talvez, única para mim. E lá fui eu, na minha incansável perseguição ao futebol pelo mundo. Sim, os caros amigos me conhecem, me desloquei até lá simplesmente para ver o jogo. Amor ao futebol!

E adoro esta atmosfera futebolística, os diversos personagens envolvidos. Como o esporte é democrático... gente de todos os lugares, raças, tipos. O pré jogo é o mais engraçado, ver estes tipos folclóricos, conversar com o povão, adoro o povo! Uma brasileira aqui na nossa torcida, com o cachecol de Portugal?? Ela é adversária, deixa o Brasil ver isso! Ouvi várias vezes a brincadeira, com bom humor. Calma gente, terá vaga para as duas seleções, assim como já tenho carinho pelos dois países. Encontrei no meio desse povo todo um trio de amigos fanáticos que correm atrás da seleção portuguesa onde quer que ela vá, todos vestidos com ternos feitos da bandeira nacional. Eis ali alguns poucos que ainda nutrem amor maior pela seleção do seu país do que pelo seu clube.

Com a equipe em campo há dois grandes ídolos: Cristiano Ronaldo e Liedson (brasileiro naturalizado português). Deco, o outro brasileiro naturalizado, lesionado não jogou, acredito que estaria também dentre estes que tiram gritos inflamados do estádio. Claro, o português é a grande estrela, é querido, pega na bola e todo mundo aplaude. A mulherada, em geral, só vai para vê-lo. As quatro que estavam sentadas na minha frente, vaiaram quando a substituição de CR foi anunciada e passaram o segundo tempo inteiro trocando receitas, é verdade! Em breve farei um post sobre isso ele. O brasileiro, por sua vez, também já conquistou o povo português, começou no banco, desagradando a torcida. Quando entrou na segunda etapa foi ovacionado. O jogo foi ruim, terminou 2 a 0 para Portugal que, em alguns momentos foi vaiado. Amistoso é assim, ninguém coloca o pé em dividida ainda mais às vésperas de uma copa. Mais que o jogo, valeu pela atmosfera, por ver o espetáculo montado, os grandes jogadores, o clima. Que na verdade é mais de desconfiança com a seleção local. Ao final da partida, comentários aos montes de que serão goleados pelo Brasil na Copa. Mas calma, sem derrotismo antes do tempo, futebol é e sempre será uma caixinha de surpresas, como diz o outro.

E por falar em Brasil e Portugal, ouvi ontem de Joaquim, um dos amigos que correm atrás da seleção, uma das frases mais bonitas sobre a relação entre os dois países: "Deus fez Portugal e foi de férias para o Brasil, por isso vocês têm um país tão lindo, tão abençoado, de bom futebol, bom samba e gente tão querida, um povo tão especial!". Bonito isso!

Um comentário:

  1. Temos um bom futebol! Mas nossa seleção prefere canelas grossas e brincalhões! Sem Ronaldo Fenômeno e Ronaldinho Gaúcho o futebol brasileiro vai tomar vareio do engomadinho Cristiano Ronaldo!!!

    ResponderExcluir