sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O aniversário


Hoje completo mais um ano de vida. Vinte e quatro anos... velha? nova? uma criança ainda? Depende sempre do ponto de vista. Eu sempre acho que tudo é estado de espírito. O meu é jovem e pretendo mantê-lo sempre assim. Sonhador, livre, alegre. E quanto a idade os sinais do corpo, as responsabilidades agregadas, não nos deixam mentir. Mas os números são detalhes. Acho aniversário um dia especial. É preciso celebrar a vida, o seu dia, essa renovação da sua existência. E é bom também ouvir palavras de carinho de pessoas queridas que fazem parte do seu eu, é bom juntar amigos e comemorar.

Este ano estou longe de tudo e de todos, dos lugares que gosto, destas pessoas que amo e sempre contribuem com alguma coisa na minha existência, sem a turma que iria para o bar... mas o motivo é válido! Estou justamente correndo atrás da vida e dando asas a este meu espírito livre e jovem. Tudo é consequência, saudades, distâncias, abdicações, são parte do pacote de sensações e emoções. E mais engraçado é que não sinto que hoje é meu aniversário! No dia do seu aniversário você acorda sabendo e sentindo isso... Aquela sensação "dá licença que o dia hoje é meu!". Hoje está um dia comum... Inexplicável! Talvez o corpo sinta ainda as mudanças. Em 23 anos da minha vida passei aniversário pingando com o calor desértico-brasileiro. No 24 passo um frio desconhecido ateé então para mim. Talvez seja a falta de pessoas, de lugares, não sei, sinceramente não sei. Claro, me emociono com toda e qualquer manifestação de carinho dos amigos, mensagens, mas parece que nem é hoje. Mas tanto faz, deve ser até melhor assim, deve ser uma defesa emocional, quem sabe. Choro e guardo no meu coração tudo que me dizem e escrevem, obrigada a todos sempre. E não recuso o brinde pela data. Mais que pelo dia, pela vida.

3 comentários:

  1. Oi prima...

    Muito lindo seu texto...mais uma vez né?!?! você já é uma grande jornalista...só nos restam torcer pela oportunidade certa na hora certa...e ela virá...eu sei...Ainda vou levantar o cartaz :"EU JÁ SABIA!!"
    Como vc mesma disse: o motivo é válido...acho que mais do vc possa imaginar!!!

    BJuussss

    Thaís....(ou vulgo Lurdoll) rsss

    ResponderExcluir
  2. Graucinhaa!
    Nos falamos no dia do seu niver,mas por aqui passo atrasada, perdão...
    Seu post me tocou, por que será? Também passarei meu aniversário longe da família e dos amigos, mas espero, perto de ti! Sabemos o quão importante esta experiencia é em nossas vidas! Então, mulher, motivos para celebrar não faltam!!! Saúde, felicidades, paz e sucesso, pois tudo valerá a pena!!! Um beijo grande!

    ResponderExcluir