quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Por que parou?

O blog anda parado...porque eu ando correndo. Atrás da vida, dos sonhos, de tudo...Talvez seja muita coisa acontecendo em vida, em minha cabeça, para colocar de modo organizado aqui. Calma, volto logo, volto já, volto sempre, porque escrever é parte de mim. Que anda parada, mas volta já...

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O que acontece Argentina?

Alguém consegue explicar o que acontece com a seleção da Argentina? Um time montado com grandes craques, a começar pelo treinador, mas que parecem apenas amontoados em campo sem nenhuma técnica, sem nenhum futebol. Sábado perdeu para o Brasil, um bom jogo dos brasileiros contra a apatia argentina, sem reação nenhuma. Ontem foi a vez do Paraguai, vitória magra de um a zero, mas sem grandes dificuldades...a Argentina nem mesmo atacou os paraguaios, precisando vencer. Azar dos hermanos que agora estão na quinta posição nas eliminatórias e, conforme tudo caminhar, precisem se sujeitar à repescagem para garantir uma vaga na Copa de 2010. Quem diria, com um time com Messi, Tevez, Mascherano, Verón, Agüero... penar para se classificar nas eliminatórias sul-americanas, que pode ter tradição pelas seleções que engloba, mas pouco talento. Ontem ouvi vários comentaristas, todo mundo tentando responder a pergunta inicial: será Maradona, será muito talento individual sem coletivo, azar, corpo mole... etc etc etc. Copa sem Argentina? Acho difícil, mas se acontecer seria triste o mundial sem uma das maiores seleções do planeta.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Seleção sem empolgação

A rodada de meio de semana do Brasileirão foi curtérrima, no final de semana alguns grandes times não jogam, sobrou a seleção brasileira para se discutir. Sim, sobrou, porque jogos da seleção não causam nenhuma comoção nacional. O povo pode até se reunir para um churrasco, tomar uma cerveja, tudo pelo prazer de estar junto aos amigos, é sempre uma oportunidade. Mas não para vibrar com um amontoado de jogadores escolhidos pela mídia e que não são ídolos de quase ninguém. Ok, alguns de fato são bons jogadores, até merecem seleção, com aquela conotação que ela teve no passado, porém não são maioria.
Essa semana estava assistindo na ESPN o comentarista Flávio Gomes falar de modo muito pontual sobre essa falta de apelo da seleção, e desinteresse de torcida, jornalistas etc. Concordo e sempre digo isso. Passo por chata e não patriota, mas é apenas uma constatação. Você, caro leitor, se descabela, ficará triste no sábado caso a seleção não ganhe, gasta grana que for necessária pra ir ao estádio, é prioridade para você o horário do jogo da seleção, tem algum grande ídolo em campo? Silêncio...ou respostas vagas do tipo é não é... pois bem. Sem empolgação. O jogo é um dos grandes clássicos mundiais. A Argentina é um grande selecionado de craques, mas que surpreendentemente juntos não rendem o quanto rendem em seus clubes. Eles vêm com a clássica catimba, Maradona já tentando criar polêmica e tirar a tranquilidade do "circo" de Dunga (veja bem treinador, circo porque vocês permitem que se faça, que fiquem jornalistas, torcedores, tietagem desnecessária e que só atrapalha, mas que se tornou tradicional em treinos de seleção). Toda a rivalidade, a catimba vai acontecer, é Brasil e Argentina. Quem sabe até um grande jogo dependendo da inspiração de ambas as equipes. Agora, querer comparar com grandes partidas do passado, dizer que o pessol tá esperando pela pelada a semana toda é exagero... a seleção já não empolga, tampouco tem empolgação para tal. Vale pelo futebol, sempre.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

O cara!

Foi sofrido, foi corinthians. Fim do jogo com taquicardia, o timão ainda enfarta o torcedor. Primeiro tempo de domínio e chances perdidas. Souza não joga futebol, será que ninguém percebe? Ele não nasceu pra isso, pra que insistir!!! Segundo tempo entra outro craque de bola, Bill, mas que ao menos se esforçou, mostrou raça e marcou o seu. E o gol que não saiu na primeira etapa foi sair apenas aos 43 do segundo tempo, corinthians! Após o gol do Santos, logo aos sete minutos, momentos de agonia e susto para os corinthianos, que até então viam um Santos que pouco criava. Susto, sufoco, a redenção...Chicão foi o nome da virada, o cara com a cara do timão. Falhou na marcação no gol santista, mas estava lá pra resolver. Raça, garra isso é Chicão, isso é corinthians.... chegando, chegando.

*****
Vale apenas um detalhe: com jogo sendo transmitido em rede aberta, a arbitragem aproveitou para fazer seu show a parte. Estrelismo e atuação ruim para os dois lados. A coisa tá feia em juizada?!

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Parabéns Corinthians, 99 anos!


Nesta data querida, é difícil explicar o que é "ser" Corinthians. Amor, paixão, devoção, sei lá...já tentei explicar, juro que já, para amigos que não compreendem essa verdadeira loucura, o que costumo considerar uma doença, sem cura, que se agrava ao passar dos anos, das emoções, dos sofrimentos e das alegrias. Você já esteve no estádio, no meio daquela massa enlouquecida, no bando de loucos pulando e gritando sem parar? Sim, é a maior do país, quiçá do mundo. Inexplicável e me arrepia só de lembrar e escrever aqui! Talvez aquele operários que fundaram essa nação em 1º de setembro de 1910 não imaginassem as dimensões que o clube tomaria. Tudo é incondicional, imensurável, incontestável, inexplicável quando se trata de Corinthians. Não tente entender, caro amigo, caso você não seja corinthiano. É preciso sentir. Parabéns ao clube que é a vida, a história e o amor primeiro e eterno de milhares de brasileiros. Que São Jorge guerreiro continue a nos iluminar por muitos anos e glórias.